Exercendo a função de Síndico Profissional

Após a aceitação da proposta é hora de trabalhar. É sugerível que após a eleição e a noção real das situações do condomínio (financeiro, manutenções e etc.) o síndico profissional convoque outra assembleia para informar sua forma de trabalho (canais de comunicação e visitas) e prioridades da gestão. Abaixo algumas dicas sobre presença, responsabilidade, postura e aparência na gestão:

  1. Presença. Não há na legislação nenhum horário mínimo de atendimento presencial de um síndico muito menos expediente obrigatório. As responsabilidades do síndico são as que constam no Art. 1.348 do código Civil. Obviamente o síndico profissional precisa visitar fisicamente o condomínio para verificar manutenções a serem feitas, fiscalizar funcionários e condôminos, receber e acompanhar prestadores de serviços para orçamentos e procedimentos, e estas visitas dependem do tamanho da operação do empreendimento, mas não necessariamente o síndico deverá estar presente de segunda a sexta das 8h às 18h, além de que um trabalho administrativo (de escritório) também é necessário, como: visualizar e responder e-mails, analisar relatórios financeiros, realizar ligações para prestadores de serviços e condôminos. Noutro ponto, muitas ocorrências podem ser resolvidas de forma remota, via e-mail, aplicativos de mensagens e ligações telefônicas. O importante é estar presente para o atendimento às demandas do condomínio de forma rápida.
  2. Um síndico, profissional ou não, não é empregado de um condomínio ou dos condôminos, e sim representante, e deve ter essa ciência e exercer sua autonomia para o bem comum e não para atender um grupo especifico de condôminos. A postura de um bom síndico é a de gerente da área comum e ele deve seguir seu conhecimento desenvolvendo seu estilo de gestão, sempre buscando o melhor custo benefício para o condomínio e qualidade de vida aos condôminos que o escolheram para isso.
  3. Aparência. A maioria dos condôminos costuma analisar o trabalho de um síndico pela aparência das áreas comuns, e não importa o quão bom o síndico é na área administrativa, ou na gerencia de pessoal, ou na gerencia das manutenções preventivas, mas se ele não tiver zelo na limpeza e jardinagem por exemplo, será julgado. O síndico profissional é muito mais cobrado neste quesito inclusive, por isso se deve desenvolver um projeto de gestão que cuide muito do zelo à área comum.
João Lemes

João Lemes

Travessa João Turin, 37 - Água Verde,
Curitiba-PR, 80240-100

Segunda a Sexta: 09:00 h às 12:00 h;
13:00 h às 18:00 h.

Fale Conosco

SYNDIKOS · 2019 © Todos os direitos reservados | Desenvolvido por: MarketNet